23° 25°
Weather
Favoris 0

Se deslocar em Saint-Martin

Dirigir em Saint-Martin / Sint-Maarten?

Em Saint-Martin, o modo de direção segue as normas francesas, na pista da direita e em aplicação do código de trânsito. Uma carteira de habilitação francesa ou internacional é suficiente para dirigir no conjunto do território. Alugar um carro em Saint-Martin durante a sua estadia é o melhor meio para se deslocar. Você poderá unir mobilidade e liberdade. 

A rede rodoviária de Saint-Martin é constituída de um eixo principal que contorna a ilha e pequenas estradas que permitem ligar os bairros e as praias. Existe uma famosa cortesia entre os motoristas, que usam a buzina para cumprimentar os conhecidos. É o reino do no-stress, apesar de alguns engarrafamentos que acontecem na alta estação turística, devido ao baixo número de estradas.

Exista um único eixo principal: a Route Nationale 7 (acredita-se que seja um prolongamento da mesma na metrópole…). Poucas placas indicam as direções e os bairros. Não se espante se o seu hotel se encontra “logo após a árvore com caixas de correio, à esquerda… ” ou “à direita, depois da palmeira”. Logo, não hesite em perguntar o seu caminho.

Os mapas de estradas são distribuídos gratuitamente no Escritório de Turismo de Saint-Martin e nos diversos comércios e outros locais turísticos da ilha. Você também pode usar os aplicativos GPS em seu smartphone (Google Maps) que funcionam perfeitamente no território. Para se deslocar, você pode facilmente encontrar uma loja de locação de carros em Saint-Martin. No final da sua estadia, você saberá tudo sobre a ilha.

Duas pontes móveis, a de Sandy Ground, na parte francesa, e a da Simpson Bay, na parte holandesa, permitem chegar de barco à lagoa de Simpson Bay. A própria lagoa é dividida em duas, por uma terceira ponte. chamada Ponte do Causeway. As pontes se abrem regularmente para deixar os barcos passarem, interrompendo o tráfego rodoviário por alguns minutos. 

Ponte de Sandy Ground (parte francesa, na saída da Marigot em direção à Baía Nettlé) 

  • De segunda a sábado: entre 9h e 17h, a ponte se abre para deixar os barcos passarem e os motoristas esperam alguns minutos.
  • Fechada domingo e feriados
  • Informações: +590 590-773126 (tel. temporário) / VHF canal 16.

Ponte de Simpson Bay (parte holandesa) 

  • aberta todos os dias.
  • Tráfego saindo: 8h30 / 10h30 / 16h.
  • Tráfego entrando: 9h30 / 11h30 / 15h / 17h.
  • Informações: +1-721 545-5230 / VHF Canal 12.

Causeway Bridge 

  • Aberta todos os dias.
  • 8h15 – 9h45 – 10h15 – 11h45 – 15h15 – 15h45 – 17h15.

Os táxis em Saint-Martin

Existem numerosas ligações regulares de táxi para se deslocar de Marigot, de Philipsburg ou de todos os lugares turísticos. Os dois aeroportos (regional e internacional) possuem serviços diários com grandes amplitudes horárias. Se você não desejar alugar um carro em Saint-Martin, o táxi é o ideal. Por exemplo, uma corrida entre o aeroporto internacional e a sua hospedagem no bairro de Maho custará 15 euros, com 4 pessoas e bagagem.

Telefones úteis:

  • Marigot: 0590 87 56 54
  • Philipsburg: (1-721) 542 2359.
  • Aeroporto Internacional Princess Juliana: (1-721) 546 7713.
  • Aeroporto departam. Gd-Case Espérance: 0590 87 53 03.

Nota: Os táxis não têm taxímetro, mas respeitam uma tabela de tarifas previamente estabelecida. A maioria dos táxis, sobretudo os da parte holandesa, aceita tanto dólares como euros. Muitos táxis fazem ponto no aeroporto regional de Grand-Case, na estação marítima à beira-mar em Marigot (parte francesa) e no aeroporto internacional Princess Juliana (parte holandesa).

Aluguel de veículos em Saint-Martin

Para desfrutar ao máximo da sua estadia e visitar a ilha, é preferível alugar um carro.

Os ônibus em Saint-Martin

Táxis coletivos (miniônibus) garantem um deslocamento de todos os pontos da ilha. Não há horários fixos e nem todos os pontos são visíveis. Basta perguntar aos moradores, pois eles têm o hábito deste tipo de meio de transporte, e eles lhe indicarão os pontos. Quando um miniônibus está chegando, basta levantar a mão. Se você não estiver com pressa, descobrirá um modo econômico e autêntico de se deslocar. Alguns miniônibus até têm ar condicionado! Em geral eles aceitam as duas moedas: o euro e o dólar americano.