24° 26°
Weather
Favoris 0
Scenic saba

Chegar à ilha de Saba a partir de Saint-Martin!

Saba é uma ilha vulcânica de 18 km² situada ao sul de Saint-Martin, a cerca de 50 km. Ela faz parte do Reino da Holanda e também é chamada de “The Unspoiled Queen” (A Rainha Virgem). Seu ponto culminante é o Monte Scenery, com 877 metros. A capital se chama The Bottom e a ilha tem cerca de 1.800 habitantes. Junto com Saint-Martin, ela faz parte dos tesouros da Pequenas Antilhas. Sua terra é extremamente fértil e sua vegetação, exuberante. Sua arquitetura é única. Pequenas cabanas de madeira formam um habitat típico com paredes pintadas de branco e teto vermelho, persianas verdes e uma cisterna subterrânea ao lado da casa para compensar a falta de água. Há apenas uma estrada na ilha e ela permite ir de uma ponta à outra.

Comment venir a Saba

Como vir para passar um dia na ilha de Saba?

De St. Martin, é possível chegar a Saba de avião ou de barco. A companhia Winair voa para Saba em aviões do tipo Twin Otter quatro vezes ao dia a partir do aeroporto Princess Juliana. O vôo dura cerca de vinte minutos.

Comment venir Winair
Comment venir Edge

Saindo da Bobby’s Marina, em Philipsburg, a balsa Makana Ferry atende o porto de Saba  segunda-feira, terça-feira, sábado e domingo. Também é possível sair da Baía Simpson e pegar a balsa Edge na Marina Pelican. Ela sai às 9h e retorna às 15h30 e funciona às quartas-feiras, sextas-feiras e domingos. A travessia na balsa dura cerca de 90 minutos. Em seguida, você deverá alugar um carro ou tomar um táxi. A ilha é pequena e você pode ir à maioria dos locais de destaque a pé e, se veio para caminhar, estará no paraíso.

Com um barco de recreio, você poderá também chegar à ilha de Saba a partir de Saint-Martin e soltar as amarras por um dia ou mais. Na chegada, os marinheiros devem usar uma das poitas do parque marinho próximo ao porto de Fort Bay ou Ladder Bay. As formalidades de entrada, incluindo uma taxa, são realizadas no porto, no escritório da imigração e no escritório do parque marinho. Não se esqueça do seu passaporte!

Para curtir a ilha, você precisará de um traje de banho e de tênis de caminhada.

As trilhas de caminhada

Uma dúzia de trilhas bem demarcadas esperam os amantes da caminhada. A mais famosa é a do ponto culminante da ilha, o “Mount Scenery Stairway”. Ela começa na entrada do vilarejo de Windwardside. A Trail Shop, situada ao lado do ponto de partida, dará todas as informações de que você precisa sobre a rede de trilhas.

Você levará uma hora e meia para chegar ao topo deste vulcão. Você atravessará a vegetação densa à sombra da folhagem. A “Elfin Trail” é a trilha mais antiga da ilha, pois segue os passos dos agricultores que trabalhavam a terra nas encostas do vulcão. É uma variação da subida ao Monte Scenery. Você também pode pegar “The Ladder” que é uma escada de 400 degraus para cima e para baixo que segue as trilhas feitas pelos homens e pelos burros que carregavam nas costas as mercadorias que chegavam de barco.

Finalmente, perto do aeroporto, uma pequena trilha leva às piscinas naturais “Tide Pools”, você também pode visitar uma antiga mina de enxofre, a Sulphur Mine.

Randonnée Saba Forest Credit Laura Grier
Rando Saba 1 Credit Laura Grier
Plongée sous marine Saba Underwater1 Trent Reid

O passeio submarino

Os cerca de trinta locais de mergulho estão localizados a sotavento e a menos de vinte minutos do porto. O parque marinho da ilha colocou bóias brancas de ancoragem como marcadores. No meio de corais e gorgônias, você pode descobrir a riqueza das águas e nadar com tartarugas. Atenção, é proibido mergulhar sozinho. Existem locais mais rasos para a prática de snorkel ao longo da costa.

A capital The Bottom

The Bottom é a capital de Saba, ela abriga o Queen’s Gardens Resort and Spa, um maravilhoso estabelecimento de luxo para passar férias inesquecíveis.

Existem também vários pequenos restaurantes, bares e mercearias no vilarejo. No Angelinas, na rua Matthew Levenstone, você encontrará um restaurante com um toque caribenho que oferece uma cozinha caseira, local, especializada em carnes grelhadas.

Se você for até Well’s Bay, descobrirá a antiga alfândega localizada no topo da “The Ladder” e os degraus íngremes que formavam o caminho entre Saba e o mar muito antes da construção da estrada.

Queens Garden
The Bottom Laura Grier

Windwardside

Windwardside é o vilarejo mais turístico da ilha de Saba. Você estará próximo de seis dos hotéis da ilha e de muitos chalés de aluguel para férias. Você não terá problemas em passar um dia caminhando pelas ruas secundárias, explorando as lojas e restaurantes. O Hideaway é um restaurante amigável, com uma boa relação custo-benefício, no Breadline Plaza. Ele oferece uma mistura de pratos caribenhos e americanos, além de sorvetes caseiros com sabores incríveis.

Se você estiver pronto para um pouco de exercício, pare na “Trail Shop”, pegue um mapa e depois suba o Monte Scenery para chegar ao ponto culminante do Reino da Holanda! Se estiver muito cansado ou desejar ficar uma noite na Ilha de Saba, pode se hospedar no The Cottage Club Hôtel. Os quartos têm uma varanda para o mar e são equipados com uma pequena cozinha e Wi-Fi. The Selera Dunia também é um endereço típico, uma hotel boutique com uma vista de tirar o fôlego para o mar do Caribe e o Monte Scenery. Os quartos são grandes. confortáveis e equipados com Wi-Fi gratuito. 

Mt. Scenary
Architecture Windwardside